As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Supostos erros de Tobias.

Supostos erros de Tobias.

1º) TOBIAS-(200 a.C.)-É uma história novelística sobre a bondade de Tobiel (pai de Tobias) e alguns milagres preparados pelo anjo Rafael”:

O primeiro erro to autor esta no nome do pai de Tobias, vejam que ele jamais leu esse livros para tentar encontrar algum tipo de erro, pois o nome do pai de Tobias é Tobit e não Tobiel.

Sobre o fato de ser uma historia novelística, gostaria mesmo de saber desde quanto isso é argumento para se retirar algum livro da bíblia? Sendo assim por total justiça o cara deveria retirar livros como “Esther”, “Jô” e do profeta “Jonas” que também são livros novelísticas.

2º) justificação pelas obras - 4:7-11; 12:8”:

Bem meus irmãos católicos, nesse caso as heresias não estão no livro e sim no autor dessa tese, ou ele não é muito chegado a ler sua bíblia ou ele tem sérios problemas satânicos, qual a parte bíblica que diz; nós seremos julgados “segundo as nossas obras” ele não conhece? Se o senhor nunca leu esse texto bíblico eu te apresento a Bíblia sagrada:

Apocalipse 20

12. Vi os mortos, grandes e pequenos, de pé, diante do trono. Abriram-se livros, e ainda outro livro, que é o livro da vida. E os mortos foram julgados conforme o que estava escrito nesse livro, segundo as suas obras.
13.
O mar restituiu os mortos que nele estavam. Do mesmo modo, a morte e a morada subterrânea. Cada um foi julgado segundo as suas obras.  

Será que eu preciso ainda citar o livro de São Tiago ou esse herege fez como o maldito Lutero, retirou esse livro da bíblia sagrada?

Tiago 2

17. Assim também a fé: se não tiver obras, é morta em si mesma.
18.
Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras. Mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.

19. Crês que há um só Deus. Fazes bem. Também os demônios crêem e tremem.

26. Assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta.

Realmente a Bíblia sagrada não pode ficar nas mãos desses hereges.

3º) “mediação dos Santos - 12:12”:

Veja como o autor dessa baboseira toda Jamais leu o livro de Tobias é só mais um papagaio de pastor, em nenhum momento o livro de Tobias mostra qualquer tipo de “mediação” ainda mais mediação dos Santos, o que o livro nos mostra é a intercessão dos Santos em apresentar nossas orações ao Deus Pais todo poderoso.

Tobias 12

12. Quando tu oravas com lágrimas e enterravas os mortos, quando deixavas a tua refeição e ias ocultar os mortos em tua casa durante o dia, para sepultá-los quando viesse a noite, eu apresentava as tuas orações ao Senhor.
13.
Mas porque eras agradável ao Senhor, foi preciso que a tentação te provasse.

14. Agora o Senhor enviou-me para curar-te e livrar do demônio Sara, mulher de teu filho.
15. Eu sou o anjo Rafael, um dos sete que assistimos na presença do Senhor.

Será que esse infeliz realmente leu o livro de Tobias ou ele tem problemas de interpretação de texto? Veja que no versículo 12 e o verso 15 mostra a intercessão dos Anjos e não santos; mesmo assim se a intercessão dos Anjos forem heréticas então temos que retirar livros como apocalipse e Mateus da bíblia.

Apocalipse 8

3. Adiantou-se outro anjo e pôs-se junto ao altar, com um turíbulo de ouro na mão. Foram-lhe dados muitos perfumes, para que os oferecesse com as orações de todos os santos no altar de ouro, que está adiante do trono.
4. A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus.
5.
Depois disso, o anjo tomou o turíbulo, encheu-o de brasas do altar e lançou-o por terra; e houve trovões, vozes, relâmpagos e terremotos.

Mateus 18

10. Guardai-vos de menosprezar um só destes pequenos, porque eu vos digo que seus anjos no céu contemplam sem cessar a face de meu Pai que está nos céus.

Meu Deus, o autor dessa baboseira além de matar o livro de Tobias matou junto Mateus e apocalipse, durma com um barulho desses!

4º) “superstições - 6:5, 7-9, 19

Gostaria mesmo de saber em que o senhor tese furada se baseia para afirmar tal baboseira. Vamos comparar tais versículos citado pelo autor e assim provar que ele deveria ter retirado méis livros de sua Bíblia:

Tobias 6

5. O anjo então disse-lhe: Abre-o, e guarda o coração, o fel e o fígado, que servirão para remédios muito eficazes. Ele assim o fez.

Se eu não me engano a medicina alternativa era realmente muito usada na época, mas se isso for motivo para se retirar algum livro da bíblia o autor dessa baboseira deveria ter retirado o livro de Isaias também:

Isaias 38

21. Isaías disse então: Que tragam um cataplasma de figos para aplicar sobre a úlcera, e Ezequias sarará.

Eu mesmo nunca tinha ouvido falar em cataplasma de figos, mas talvez o senhor tese furada não tenha o livro de Isaias em sua bíblia, mas vamos passar para outra baboseira dele que segundo sua ótica é uma superstição: vejam que o cara estava tão cego por satanás no momento em que escrevia a tal tese, que errou ate o capitulo, na verdade não era o capitulo 7 e sim o capitulo 8.

Tobias 8

1. Depois do jantar, introduziram o jovem no aposento de Sara.
2. E Tobias, fiel às indicações do anjo, tirou do seu alforje uma parte do fígado e o pôs sobre brasas acesas.
3.
Nesse momento, o anjo Rafael tomou o demônio e prendeu-o no deserto do Alto Egito.

Bem meus irmãos católicos, vou explicar biblicamente toda essa situação:

Nossos amigos hereges acusam o livro de Tobias, pelo fato deles imaginarem que Tobias praticou algum tipo de arte mágica para expulsar o demônio, acusação totalmente sem pé e sem cabeça, Tobias usou um incenso com o fígado do peixe a pedido do Anjo Rafael, em nenhum momento o Anjo falou para ele que o incenso expulsaria o demônio! E sim que no momento em que ele usasse o incenso “o demônio seria posto em fuga” de sua esposa.

Tobias 6

18. Tu, porém, quando te casares e entrares na câmara nupcial, viverás com ela em castidade durante três dias, e não vos ocupareis de outra coisa senão de orar juntos.
19. Na primeira noite, queimarás o fígado do peixe, ((e será posto em fuga o demônio.))

Vejam o que o Anjo fala: ele diz que ao queimar o incenso será posto em fuga o demônio, ele não falou que o incenso faria isso, e sim que o incenso seria o sinal de que o fato ocorreria.

Para entender isso devendo também entender o real significa o incenso!

Levitico 16

13. Porá o incenso no fogo diante do Senhor, para que a nuvem do perfume cubra o propiciatório da arca, e Aarão não morra.

Os judeus usavam o incenso para entrar no lugar “santo dos santos” no templo e descobrir a arca da aliança, pois com aquela neblina do incenso o brilho da arca não faria mal algum ao sacerdote dentro do lugar “santo dos santos”.

Para isso servia o incenso.
Vejam que Tobias passava por uma provação, onde o Anjo Rafael até aquele momento não poderia se revelar como anjo e sim como um humano, assim não poderia deixar com que Tobias descobrisse que o exorcismo seria feito pelo Anjo Rafael que até o momento estava com uma identidade humana para provação de Tobias. Então o Anjo Rafael manda Tobias acenda o incenso dentro do quarto, onde o quarto ficaria totalmente cheio de fumaça para que ninguém observasse que o Anjo Rafael faria a obra do exorcismo.

É só acompanhar cada versículo:

Tobias 8

3. Nesse momento, o anjo Rafael tomou o demônio e prendeu-o no deserto do Alto Egito.

Perceberam? Quando se cobriu o quarto com a fumaça o Anjo Rafael pode fazer a obra e expulsar aquele demônio sem revelar que sua condição Angelical, assim o Anjo pode continuar sua provação sem problema algum.

5º) um anjo engana Tobias e o ensina a mentir 5:16 a 19

Realmente essa tese foi a melhor de todas as besteira que esse cidadão inventou, desde quando o Anjo Rafael menti no livro ou ensina alguém a mentir?

O nome fornecido pelo anjo ao pai de Tobias era exatamente o nome demonstrativo de sua qualidade.

Ananias – o Senhor tem sido misericordioso (por atender ao pedido se seu pai).

Azarias – o Senhor ajudou (por que ele foi enviado pelo senhor “Deus Pai” para assim ajudar Tobias em sua missão)

Tobias 5

17. O anjo respondeu: Que é que procuras: a raça do servo, ou o próprio servo para acompanhar teu filho?
18. Mas, para tranqüilizar-te: eu sou Azarias, filho do grande Ananias.
19. És de família distinta, respondeu Tobit. Rogo-te que não me queiras mal por ter querido conhecer tua origem.

A primeira coisa que devemos entender é o fato do Anjo ter recebido de Deus a missão de provar Tobias, essa provação consistiria em Tobias acreditar que Deus enviaria uma pessoa para lhe acompanhar em seu caminho até a media. Assim Deus enviou o Anjo em uma forma totalmente humana, logicamente Deus lhe concedeu uma identidade humana, nome e família, se fosse para o Anjo revelar naquele momento que ele era um Anjo, Deus não precisaria enviá-lo como humano e sim o enviaria como Anjo mesmo, mas temos que entende a incapacidade protestante eles são proibidos de pensar, o que existiu ali foi uma provação e não uma mentira tanto que no próprio livro o mesmo Anjo explica isso:

Tobias 12

11. Vou descobrir-vos a verdade, sem nada vos ocultar.

13. Mas porque eras agradável ao Senhor, foi preciso que a tentação te provasse.

15. Eu sou o anjo Rafael, um dos sete que assistimos na presença do Senhor.

Agora vamos supor que realmente o livro de Tobias não pode ser inspirado por que supostamente um Anjo usou de mentiras, sendo assim esse livro deveria ser retirado da bíblia, o que fazer então com um livro onde Deus envia um espírito de mentiras para boca de seus profetas?

I Reis 22

21. Então um espírito adiantou-se e apresentou-se diante do Senhor, dizendo: Eu irei seduzi-lo. O Senhor perguntou: De que modo?
22. Ele respondeu: Irei e serei um espírito de mentira na boca de seus profetas. - É isto, replicou o Senhor. Conseguirás seduzi-lo. Vai e faze como disseste.
23. O Senhor pôs um espírito de mentira na boca de todos os profetas aqui presentes, mas é a tua perda que o Senhor decretou.

Bem um livro onde diz supostamente que um Anjo mentiu não pode estar na bíblia, mas um livro onde diz que Deus coloca um espírito de mentiras na boca de seus profetas pode? Por isso que eu tenho nojo dessa desgraça chamada protestantismo.

 

 

Refutando o demônio do amor no livro de Tobias.

Há muito tempo, nossos amigos rebelados, insistem na ideia satânica, no qual, eles, por si mesmo, possuem autoridade Divina para definir o que é um livro inspirado e o que é um livro apócrifo, por esse motivo, foi retirado das Ferradas por Almeida, tudo o que contrariava as doutrinas satânicas que eles inventaram.

Segundo alguns lunáticos protestantes, o livro de Tobias, não pode ser inspirado, pois, segundo a tradução da CNBB, diz que um demônio amava uma mulher.

“Tobias respondeu a Rafael: Azarias, meu irmão, ouvi dizer que ela já foi dada em casamento a sete homens, e todos morreram de noite, em seu quarto: quando estavam para aproximar-se dela, morriam. Ouvi algumas pessoas dizerem que um demônio os matou. Por isso tenho medo, uma vez que esse demônio a ama e não faz nada para a moça, mas mata qualquer um que se aproxime dela. Sou filho único de meu pai. Se eu vier a morrer, levarei a vida de meu pai e de minha mãe para a sepultura, cheios de dor por minha causa. E eles não têm sequer outro filho, que possa sepultá-los”(Livro de Tobias, Capítulo VI, Verso XIV e XV)

Primeiro – Nossos amigos rebelados, já começaram demonstrando a sua pilantragem ao afirmar que, a Igreja Católica, acrescentou o livro de Tobias no concílio de Trento. 

Embuste totalmente refutado aqui:

Os (7) livros só foram acrescentados e aprovados no concilio de Trento no século XVI depois da rebelião protestante.

O Sínodo de Jamina nunca retirou livro algum, pois já existia entre os Judeus um cânon pronto e definido.

O (VT) foi confiado aos Judeus e o (NT) confiado a Igreja.

Existiu um suposto período inter-biblico, o chamado silêncio de Deus que durou de Malaquias e Esdras até a vinda de Jesus Cristo, um total de 400 anos.

Lembrando, todos esses artigos, nunca foram refutados.

Segundo – Somente a versão CNBB possui essa tradução, que por sinal, equivocada, como todos sabem, a versão original Católica, se chama, VULGATA LATINA, ou seja, devemos analisar a Vulgata antes de expressar qualquer tipo de opinião.

Vamos analisar o que está escrito na Vulgata (Na vulgar, o texto corresponde ao verso XIV e XVI):

“tunc respondit Tobias et dixit audio quia tradita est viris septem et mortui sunt sed et hæc audivi quia dæmonium illos occidittimeo ergo ne forte mihi hæc eveniant et cum sim unicus parentibus meis deponam senectutem illorum cum tristitia ad infernum”(Livro de Tobias, Capítulo VI, Verso XIV e XV)

Tradução Correta: “Tobias replicou: Ouvi dizer que ela já teve sete maridos, e que todos morreram. Diz-se mesmo que foi um demônio que os matou, por isso eu temo que o mesmo venha a me acontecer, a mim que sou filho único, e desse modo faça descer lamentavelmente a velhice de meus pais à habitação dos mortos”.

Mas de onde surgiu essa tradução: Demônio que ama?

Como eu sempre digo em meus artigos, o control v, é o principal inimigo protestante, na agonia de postar algo contra a Igreja Católica, eles, saem copiando e colocando tudo o que veem no mundo virtual, porém, se esquecem de analisar a veracidade do mesmo.

Para quem não sabe, o livro de Tobias, foi escrito originalmente em Aramaico, no qual, São Jerônimo, autor da Vulgata, se utilizou para realizar sua obra. O mesmo foi encontrado junto aos pergaminhos de Qumrã, provando que, os Judeus, tinham-no como sendo Escrituras Sagradas.

O que aconteceu? Esse termo (φιλέω), no qual, a CNBB traduziu como AMOR, na verdade, possui outros significados, aliás, vocês irão se surpreender, pois, ele só aparece nos manuscritos Gregos, isto é, dentro da LXX, na versão não original.

Segundo o argumento protestante, o livro de Tobias, não pode ser inspirado, pois, na versão CNBB, diz que um demônio amava uma jovem. Na teoria rebelada, eles, os protestantes, possuem autoridade Divina para definir e estipular regras para seu próprio cânon, ou seja, o eu ACHO, se torna crivo canônico. Como se não bastasse, eles, também, possuem autoridade para definir o que um demônio pode sentir, fazer e falar. (demônio com demônio se entendem)

Em fim, o livro não pode ser inspirado, porque diz que um demônio possuía um sentimento de amor por uma jovem, e, segundo a lógica protestante, DEMÔNIO NÃO PODE SENTIR AMOR.

Tá ai, acabou com a inspiração do livro! Será?

Agora vem a refutação:

O texto Grego diz:

"καὶ νῦν ἐγὼ μόνος εἰμὶ τῷ πατρὶ καὶ φοβοῦμαι μὴ εἰσελθὼν ἀποθάνω καθὼς καὶ οἱ πρότεροι ὅτι δαιμόνιον φιλεῖ αὐτήν ὃ οὐκ ἀδικεῖ οὐδένα πλὴν τῶν προσαγόντων αὐτῇ καὶ νῦν ἐγὼ φοβοῦμαι μὴ ἀποθάνω καὶ κατάξω τὴν ζωὴν τοῦ πατρός μου καὶ τῆς μητρός μου μετ᾽ ὀδύνης ἐπ᾽ ἐμοὶ εἰς τὸν τάφον αὐτῶν καὶ υἱὸς ἕτερος οὐχ ὑπάρχει αὐτοῖς ὃς θάψει αὐτούς"(Livro de Tobias, Capítulo VI, Verso XIV e XV)

O problema protestante é sair dando control v em tudo, sem antes fazer uma pesquisa, pois, esse termo (φιλέω), nem sempre é usado para AMAR, e, se for usado, nem sempre é um AMOR com bons sentimentos.

Observem esse texto (GREGO depois PORTUGUÊS):

“ὁ δὲ παραδιδοὺς αὐτὸν ἔδωκεν αὐτοῖς σημεῖον λέγων, ὃν ἂν φιλήσω αὐτός ἐστιν· κρατήσατε αὐτόν. καὶ εὐθέως προσελθὼν τῶ ἰησοῦ εἶπεν, χαῖρε, ῥαββί· καὶ κατεφίλησεν αὐτόν”.

“O traidor combinara com eles este sinal: Aquele que eu beijar, é ele. Prendei-o! Aproximou-se imediatamente de Jesus e disse: Salve, Mestre. E beijou-o(Evangelho de São Mateus, Capítulo XXVI, Versos XLVIII e XLIX)

Olha que interessante, nesse texto, assim, como nos Evangelho de Lucas e Marcos, o termo (φιλέω), nos é apresentado como o BEIJO DA TRAIÇÃO DE JUDAS, agora eu pergunto para protestada: O BEIJO DE JUDAS - era um ato Divino ou demoníaco?

Deixo por conta do leitor, tirar suas próprias conclusões.

Porém, a Bíblia diz quem era JUDAS:

“Jesus acrescentou: Não vos escolhi eu todos os doze? Contudo, um de vós é um demônio!”(Evangelho de São João, Capítulo VI, Verso LXX)

Vamos a outro texto, no qual, meu grande amigo, Rafael Rodrigues, me enviou:

“προσέχετε ἀπὸ τῶν γραμματέων τῶν θελόντων περιπατεῖν ἐν στολαῖς καὶ φιλούντων ἀσπασμοὺς ἐν ταῖς ἀγοραῖς καὶ πρωτοκαθεδρίας ἐν ταῖς συναγωγαῖς καὶ πρωτοκλισίας ἐν τοῖς δείπνοις, οἳ κατεσθίουσιν τὰς οἰκίας τῶν χηρῶν καὶ προφάσει μακρὰ προσεύχονται· οὖτοι λήμψονται περισσότερον κρίμα”.

“Guardai-vos dos escribas, que querem andar de roupas compridas e gostam das saudações nas praças públicas, das primeiras cadeiras nas sinagogas e dos primeiros lugares dos banquetes; que devoram as casas das viúvas, fingindo fazer longas orações. Eles receberão castigo mais rigoroso(Evangelho de São Lucas, Capítulo XX, Versos XLVI e XLVIII)

Nesse maravilhoso texto, o mesmo, aparece em: (Mateus 6; 5), Jesus Cristo, nos adverte para afastarmos dos ESCRIBAS, pois, os mesmos, AMAVAM as práticas mundanas, contudo, Jesus Cristo, não para por ai, ele afirma que esses ESCRIBAS, receberão um duro castigo por esse AMOR. Novamente eu pergunto a protestada: Esse amor dos ESCRIBAS - provêm de Deus ou do demônio? 

Deixo por conta do leitor, tirar suas próprias conclusões.

Para terminar, eu vou postar um verso do Apocalipse muito usado pela protestada:

“μακάριοι οἱ πλύνοντες τὰς στολὰς αὐτῶν, ἵνα ἔσται ἡ ἐξουσία αὐτῶν ἐπὶ τὸ ξύλον τῆς ζωῆς καὶ τοῖς πυλῶσιν εἰσέλθωσιν εἰς τὴν πόλιν. ἔξω οἱ κύνες καὶ οἱ φάρμακοι καὶ οἱ πόρνοι καὶ οἱ φονεῖς καὶ οἱ εἰδωλολάτραι καὶ πᾶς φιλῶν καὶ ποιῶν ψεῦδος”.

“Felizes aqueles que lavam as suas vestes para ter direito à árvore da vida e poder entrar na cidade pelas portas. Fora os cães, os envenenadores, os impudicos, os homicidas, os idólatras e todos aqueles que amam e praticam a mentira!”(Apocalipse, Capítulo XXII, Versos XIV e XV)

Nesse texto, João, o Evangelista, cita um amor pela MENTIRA, no caso, ele usa o mesmo termo (φιλέω). Novamente eu pergunto: Amar a MENTIRA - é um sentimento Divino ou demoníaco?

Deixo por conta do leitor, tirar suas próprias conclusões.

Resumindo: O suposto AMOR, no qual, os textos Gregos, atribuíram ao demônio, não se trata de um amor Divino, bondoso e caridoso, pelo contrário, se trata de um amor demoníaco, como nos caso do famoso BEIJO DA TRAIÇÃO DE JUDAS, ou seja, um amor, que mata sete pessoas, não pode vir de Deus, do mesmo modo, um BEIJO, que leva Jesus Cristo a sua flagelação, não pode ser algo Divino.

Os manuscritos Gregos, usado na LXX, acrescentaram esse termo (φιλέω), pois, na cultura Grega, nem sempre, esse termo aparece como sendo um ato Divino.

Agora, espero que esses protestantes, usem para todos os livros Bíblicos, a mesma régua que eles usam para medir o livro de Tobias.

Obs. “LUTERO USOU ESSA MESMA RÉGUA PARA MEDIR OS LIVROS DE ESTHER, TIAGO, HEBREUS E APOCALIPSE”.

Observem o print abaixo:

Lembrando que, OS FILHOS DE DEUS, só são anjos, na interpretação maluca protestante, pois, qualquer criança sabe que eles eram a descendência de SET. Mas, segundo os protestantes, OS FILHOS DE DEUS, faziam parte de um prostíbulo celestial de Anjos, talvez, o mesmo prostíbulo que os SARRACENOS acreditam, e, esses Anjos depravados, desceram dos céus, tiveram relações sexuais com as filhas dos homens, se casaram e engravidaram as mesmas.

Agora eu pergunto:

O que é mais ridículo: Um demônio que possui uma afeição por uma jovem, ou, UM PROSTÍBULO celestial de Anjos que caiu do céu para possuir serem humanos (sexualmente falando)?

Creio que há mais livros a serem retirados do cânon protestante! Pelo menos Lutero, foi coerente em suas heresias.