As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Supostos erros de Macabeus.

Supostos erros de Macabeus.

1º)“1 MACABEUS - (100 a.C.) - Descreve a história de 3 irmãos da família "Macabeus", que no chamado período ínterbíblico (400 a.C. 3 a.D) lutam contra inimigos dos judeus visando a preservação do seu povo e terra.”

Bem, o autor da tese furada já começou errando, provas de que o papagaio nunca leu os livros de Macabeus é de que não são 3 irmãos e sim 5 irmãos.

I Macabeus 2

1. Foi nessa época que se levantou Matatias, filho de João, filho de Simeão, sacerdote da família de Joarib, que veio de Jerusalém se estabelecer em Modin.
2. Tinha ele cinco filhos: João, apelidado Gadis,
3. Simão, alcunhado Tasi,
4. Judas, chamado Macabeu,
5. Eleazar, cognominado Avarã, e Jônatas, chamado Afos. 

Outro erro do autor é dizer que existiu um período inter-bíblico, esse tal período inter-bíblico só existe na cabeça oca desses hereges protestantes, pois eu desafio qualquer um protestante me apresentar um só documento do século I onde um Cristão afirma ter existido esse tal período inter-bíblico, eu tenho nojo das maluquices que esses protestantes inventam, “o pior tem trouxa que acredita nisso.”   

Para esclarecer sobre esse assunto é só clicar no botão:


Como podemos observar no livro não existe erro algum, o único erro encontrado foi no autor que não soube nem contar a quantidade de irmãos existente no livro.    

2º) “II MACABEUS - (100 a.C.) - Não é a continuação do 1 Macabeus, mas um relato paralelo, cheio de lendas e prodígios de Judas Macabeu."

Meu Deus! O cara retirou o livro da bíblia por que conta os prodígios de Judas Macabeus, podemos assim retirar da Bíblia livros como o de Daniel, Samuel, Juizes etc. Durma com uma heresia dessas.   

3º)a oração pelos mortos - 12:44 – 46”

Exato! Judas Macabeus um homem religioso em sua misericórdia rezava pelas almas daqueles que haviam falecidos, talvez São Paulo tenha se inspirado nesse livro para reza pela alma do seu amigo Onesiforo, ou também ele tenha se inspirado em Judas Macabeus para pregar em Corintos o tal batismos em favor dos mortos.      

II Timotio 1

16. O Senhor conceda sua misericórdia à casa de Onesíforo, que muitas vezes me reconfortou e não se envergonhou das minhas cadeias!
17. Pelo contrário, quando veio a Roma, procurou-me com solicitude e me encontrou.
18. O Senhor lhe conceda a graça de obter misericórdia “junto do Senhor naquele dia”. Sabes melhor que ninguém quantos bons serviços ele prestou em Éfeso.

Ao ler esse texto podemos entender claramente que São Paulo estava pedido misericórdia de Deus para um amigo que já havia falecido.

I Corintos 15

29. De outra maneira, que intentam aqueles que se batizam em favor dos mortos? Se os mortos realmente não ressuscitam, por que se batizam por eles?

Sobre esse texto de Corintos eu nem preciso interpretar, o texto já diz tudo, mas a pergunta fica no ar:

Será que o autor dessas babaquices todas, ao retirar o livro dos Macabeus também retirou os livros de Corintos e Timotio da Bíblia Sagrada dele?   

4º) “culto e missa pelos mortos - 12:43”

Essa foi a melhor de todas, desde quando o livro dos Macabeus cita a palavra missa?

Bem o culto pelos mortos já era pratica desde Abraão, Issac e Jacó.

Gêneses 50

8. toda a casa de José, seus irmãos e a casa de seu pai o seguiram. Deixaram na terra de Gessém somente seus filhinhos, suas ovelhas e seus bois.
9. Carros e cavaleiros acompanhavam-no, de sorte que a caravana era muito grande.
10. Chegando à eira de Atad, além do Jordão, fizeram uma grande e solene lamentação, e José celebrou, em honra de seu pai, um pranto de sete dias.

Juises 11

39. Passado o prazo, voltou para seu pai, e ele cumpriu o voto que tinha feito. Ela não tinha conhecido varão.
40. Daqui veio este costume, em Israel, que todos os anos as jovens israelitas reúnem-se para chorar durante quatro dias a filha de Jefté, o galaadita.

II samuel 1

17. Compôs então Davi o seguinte cântico fúnebre sobre Saul e seu filho Jônatas,
18. ordenando que fosse ensinado aos filhos de Judá. É o canto do Arco, que está escrito no Livro do Justo:
19. Tua flor, Israel, pereceu nas alturas! Como tombaram os heróis?

II reis 23

17. E o rei perguntou: Que monumento é esse que eu vejo? Os habitantes da cidade responderam-lhe: É o túmulo do homem de Deus que veio de Judá, e que predisse tudo o que fizeste ao altar de Betel.
18. Deixai-o, disse o rei; paz aos seus ossos. E os seus ossos ficaram intactos, assim como os ossos do profeta que tinha vindo de Samaria.

Bem meus irmãos, nesses textos podemos observar um planto de 7 dias em favor de um falecido, uma cerimônia de 7 dias anual pela filha de Jefte, um canto para homenagear Saul escrito pelas mãos de Davi e um monumento feito para um homem de Deus.

Mesmo se não existisse um texto Bíblico onde pessoas faziam cerimônias pelos falecidos (o que não é verdade), também não existe um texto condenando tais cerimônias.

Creio que o autor da tese furada precise ler mais sua Bíblia mutilada.    

5º)o próprio autor não se julga inspirado -15:38-40; 2:25-27”

Tentar usar a humildade do autor para justificar a mutilação satânica é bem típico de um protestante mesmo, quem dera o autor do evangelho de Mateus usasse a mesma humildade, pois assim saberíamos o porquê de tantos erros nesse evangelho. Creio que o autor não saiba a diferença entre obra divina e inspiração divina.

  • Obra divina ().feita pelas mãos de Deus
  • Inspiração divina (feito por um homem “falho” sobre a inspiração de Deus). 

Por exemplo:

A Mona Lisa feita por Leonardo da Vince, a obra é de Leonardo da Vince sobre inspiração da mulher Mona Lisa, no caso a mulher poderia ser uma mulher perfeita, já a obra poderia ter defeitos isso não retiraria a perfeição da mulher que o inspirou.

Meus irmãos Católicos nós podemos encontrar erros em diversos livros Bíblicos, isso é normal, pois seus autores são homens falhos, “estar sobre inspiração divina não é se tornar Deus” e o grande autor de Macabeus foi humilde e honesto ao dizer que tudo o que ele escreveu sobre inspiração divina ele mesmo gostaria de ter colocado em boa ordem.

II Macabeus 15

38. Se ela está felizmente concebida e ordenada, era este o meu desejo; se ela está imperfeita e medíocre, é que não pude fazer melhor.  

Talvez o autor pudesse ter aberto os olhos se lesse o que São Paulo escreveu em Corintos.

I Corintos 13

9. A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita.
10. Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá.

São Paulo claramente explica que o perfeito “Só Deus” tudo o que possa pela imperfeição humana pode conter defeitos, assim com livros Bíblico, com profecias ou até com as leis. Vejam que o autor de Hebreus diz que a primeira aliança continha defeitos, por um acaso a primeira aliança não era divina por que continha defeitos? 

Hebreus 8

7. Porque, se a primeira tivesse sido sem defeito, certamente não haveria lugar para outra.   

Será que São Paulo ao escrever sua carta para os Corintos também não estava inspirado, pois ele diz que suas profecias eram imperfeitas? Ou será que Hebreus também não é um livro inspirado apenas por que o autor diz que a primeira aliança continha defeitos?  

6º)intercessão pelos Santos - 7:28 e 15:14

Desde quando a intercessão dos santos é uma heresia? Só na cabeça desses hereges mesmo, Judas Macabeus apenas recebeu uma revelação da realidade.

O que é a intercessão dos santos? Nada mais do que as orações desses santos que então junto de Deus no reino dos céus; assim diz em apocalipse.

Apocalipse 8

3. Adiantou-se outro anjo e pôs-se junto ao altar, com um turíbulo de ouro na mão. Foram-lhe dados muitos perfumes, para que os oferecesse com as orações de todos os santos no altar de ouro, que está adiante do trono.

4. A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus.      

Bem meus irmãos, São João narra exatamente às orações dos santos diante de Deus, será que Judas Macabeus viu algo ilusório? Mas os Hereges podem até tentar refutar dizendo que essas orações não podem ser para aqueles que estão ainda vivos, ou seja, eles oram para o vento! Em Hebreus o autor cita que nós Cristãos somos acompanhados por uma nuvem de testemunhas.

Hebreus 12

1. Desse modo, cercados como estamos de uma tal nuvem de testemunhas, desvencilhemo-nos das cadeias do pecado. Corramos com perseverança ao combate proposto, com o olhar fixo no autor e consumador de nossa fé, Jesus.      

Para interpretar isso devemos entender que:

  • Nuvem ().Está no céu
  • Testemunhas (Santos que morreram em nome de Cristo).

Bom, podemos entender que esses santos estão orando diante de Deus.

Também podemos entender que nós aqui na terra estamos cercados por esses santos.

Mas os hereges podem até tentar usa o sofismo dizendo que isso seria espiritismo, nesse caso devemos entender a diferença entre comunicação com motos e comunhão com santos e anjos.

  • Comunicação ().É quando alguém tenta um contado de 1º grau com um falecido
  • Comunhão (É estar unido espiritualmente com esses santos e o reino dos céus).  

E como será essa comunhão com o reino dos céus? A resposta é simples.

O Cristão está ligado ao reino dos céus estando em comunhão com a igreja de Cristo, no caso de Judas Macabeus, ele estava em comunhão com a aliança daquele momento que era a aliança do Sinai.

Mateus 18  

19. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.

Por isso que a Bíblia Sagrada possui 73 livros, onde todos esses livros têm que ser lido de um comum acordo, ficar tentando edificar sua fé nos versículos isolados só gera heresias satânicas; sendo assim Judas Macabeus só revelou uma situação clara e objetiva sobre a comunhão dos santos e anjos. Lembrando que estes Santos podem não ter o poder de nos ouvir em nossas orações, mas podem ser agraciado com o dom de receber nossas orações por parte de Deus.   

II Mcabeus 15

11. Assim armou a todos não com a segurança que vem das lanças e dos escudos, mas com a coragem que suscitam as boas palavras. Narrou-lhes ainda uma visão digna de fé uma espécie de visão que os cumulou de alegria.
12.
Eis o que vira: Onias, que foi sumo sacerdote, homem nobre e bom, modesto em seu aspecto, de caráter ameno, distinto em sua linguagem e exercitado desde menino na prática de todas as virtudes, com as mãos levantadas, orava por todo o povo judeu.

13. Em seguida havia aparecido do mesmo modo um homem com os cabelos todos brancos, de aparência muito venerável, e nimbado por uma admirável e magnífica majestade.
14. Então, tomando a palavra, disse-lhe Onias: Eis o amigo de seus irmãos, aquele que reza muito pelo povo e pela cidade santa, Jeremias, o profeta de Deus.
15.
E Jeremias, estendendo a mão, entregou a Judas uma espada de ouro, e, ao dar-lha, disse:

16. Toma esta santa espada que Deus te concede e com a qual esmagarás os inimigos. 

Realmente a Bíblia Sagrada é muita areia para os hereges protestantes.