As mentiras do Apocalipse Protestante! 

SÁBADO OU DOMINGO.

SÁBADO OU DOMINGO.

A guarda do sábado é a principal controvérsia da doutrina do adventismo o próprio complemento do nome desta seita (sétimo dia) mostra quanto vínculo subsiste entre o adventismo e o sábado.

Helen White ensina que a observância do sábado é o selo de Deus, enquanto o domingo será o selo do Anticristo.

Sábado ou Domingo?

Acusado pelos judeus de violar o sábado, Jesus afirmou “O sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado; de sorte que o Filho do Homem é Senhor do sábado” (Marcos capítulo 2 versos 27,28).

Com estas palavras Jesus defende o princípio moral do 4º mandamento do Decálogo, condenando o cerimonial e revela sua autoridade divina sobre o sábado, para cumpri-lo, aboli-lo ou mudá-lo.

Por que o Domingo?

Dentre as razões da substituição do sábado pelo domingo destacam-se as seguintes:

1º - Cristo ressuscitou no 1º dia da semana. “Tendo ressuscitado de manhã, no primeiro dia da semana” (Marcos capítulo 16 verso 9)

2º - O primeiro dia da semana (Domingo) foi o dia especial das manifestações de Cristo ressuscitado. “Nesse mesmo dia, dois dos discípulos iam a caminho de uma aldeia chamada Emaús, que ficava a sessenta estádios de Jerusalém; e conversavam entre si sobre tudo o que acontecera. Enquanto conversavam e discutiam, aproximou-se deles o próprio Jesus e pôs-se a caminho com eles…Enquanto isto diziam, Jesus apresentou-se no meio deles e disse-lhes: (A paz esteja convosco!)” (Lucas capítulo 24 versos13-15.36)

“Dito isto, voltou-se para trás e viu Jesus, de pé, mas não se dava conta que era Ele. Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, com medo das autoridades judaicas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse-lhes: A paz seja convosco!” Oito dias depois, estavam os discípulos outra vez dentro de casa e Tomé com eles. Estando as portas, fechadas, Jesus veio, pôs-se no meio deles e disse: (A paz seja convosco!)“ (João capítulo 20 versos 14,19,26)

3º - Dia de Pentecostes, Domingo“Depois, contareis sete semanas completas, a partir do dia seguinte ao do sábado, isto é, do dia em tiverdes feito o rito da apresentação da gaveta de espigas. Contareis até ao dia seguinte da sétima semana, isto é, cinquenta dias, e oferecereis ao Senhor uma nova oblação. Proclamareis nesse mesmo dia uma assembleia sagrada e não fareis nenhum trabalho servil; é uma lei perpétua para todos os vossos descendentes onde quer que habitem” (Levítico capítulo 23 versos 15,16,21)

4º - Os primeiros cristãos costumavam se reunir aos domingos para celebrar a Santa Ceia do Senhor, pregar e separar suas ofertas para o Senhor. “No primeiro dia da semana, estando nós reunidos para partir o pão” (Atos capítulo 20 verso 7; 1)

 “No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em sua casa” (I Coríntios 16 verso 2)

Finalizando, consideremos as palavras de S. Paulo aos Colossenses:

“Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o Corpo é de Cristo. Ninguém se árbitro contra vós outros, pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-se em visões, enfatuado, sem motivo algum, na sua mente carnal, e não retendo a cabeça, da qual todo o corpo, suprido e bem vinculado por suas juntas e ligamentos, cresce o crescimento que procede de Deus” (Colossenses capítulo 2 versos 16-19)

Autor: Eugénio Duarte

Para complementar o maravilhoso artigo do nosso irmão Eugéno Duarte, colocarei os documentos mais antigos da Igreja Católica a respeito da Observação do Domingo Cristão ao invés do Sábado Judaico.      

A Epístola de Barnabás (74 d.C.): Um dos documentos mais antigos da Igreja, anterior ao Apocalipse.

Guardamos o oitavo dia (o domingo) com alegria, o dia em que Jesus levantou-se dos mortos” (Epístola de Barnabé capítulo 15 versos 6-8) 

Santo Inácio de Antioquia (†107):

“Aqueles que viviam segundo a ordem antiga das coisas voltaram-se para a nova esperança, não mais observando o Sábado, mas sim o dia do Senhor, no qual a nossa vida foi abençoada, por Ele e por sua morte” (Epístola aos Magnésios capítulo 9 verso 1)

São Justino (†165):

Reunimo-nos todos no dia do solporque é o primeiro dia após o Sábado dos judeus, mas também o primeiro dia em que Deus, extraindo a matéria das trevas, criou o mundo e, neste mesmo dia, Jesus Cristo, nosso Salvador, ressuscitou dentre os mortos“ (Apologia capítulo 1 verso 67)

Referências bibliográficas:

Bíblia versão dos Monges de Maredsous (Bélgica) editora Ave Maria.

Epístola de São Barnabé (74 D.C).

Epístola de Santo Inácio aos Magnésios (107 D.C).

Apologias de São Justino Mártir (165 D.C).

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
9


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.