As mentiras do Apocalipse Protestante! 

O 3º Tiago Protestante (DI NOVO!).

O 3º Tiago Protestante (DI NOVO!).

O 3º Tiago Protestante (DI NOVO!).

Caros irmãos Católicos, membros da única e verdadeira Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo, eu sei que estou um pouco ausente nos últimos meses, felizmente, ao contrário de alguns protestantes, eu trabalho e estudo para sobreviver, não tiro proveito do Evangelho para o meu sustento, por esse motivo, a rotatividade de artigos em meu site está um pouco baixa, porém, isso se normalizará com o tempo.

“Mas é preciso que a paciência efetue a sua obra, a fim de serdes perfeitos e íntegros, sem fraqueza alguma” (Carta de São Tiago, Apóstolo, Bispo de Jerusalém, Filho de Alfeo e Irmão do Senhor, Capítulo I, Verso IV)

Bem, mais uma vez, eu colocarei a disposição do leitor, o meu preciso tempo para refutar algumas sandices que lemos pelo mundo virtual; dessa vez, novamente, eu irei refutar o TERCEIRO TIAGO PROTESTANTE, aquele mesmo Tiago já refutado nesses dois artigos:  

O 3º Tiago Apóstolo ordenado pelo protestantismo.

Desaberrando o 3º Tiago birrento de Lucas Banzoli.

Para que o leitor tenha ideia das sandices escritas por esse cidadão, no segundo artigo (Acima), eu fui obrigado a refutar a maior loucura que eu li nos últimos dez anos, esse cidadão por mim citado, teve a capacidade de usar uma matéria da DISCOVERY para justificar a existência desse TERCEIRO TIAGO que, supostamente, seria filho de Maria e José, porém, a mesma matéria dizia que, JESUS CRISTO se casou com MARIA MADALENA e teve um filho chamado JUDÁ, pense na loucura desse cidadão! Infelizmente, o protestantismo virou um verdadeiro HOSPÍCIO, hoje, para ser protestante, primeiro – o cidadão tem que tirar o atestado de lunático, segundo – o atestado de mentiroso e por último, provar que odeia a IGREJA CATÓLICA e irá persegui-la a qualquer custo; depois disso tudo, o cidadão faz um curso de teologia (20 horas) na faculdade betesda, ganha um terno, uma ferrada por Almeida e um endemoninhado de presente, pronto, já pode abrir mais uma seita e “plegrar a briba”.

Voltando ao assunto, o tema repetitivo a ser debatido é: O TERCEIRO TIAGO APÓSTOLO – no qual, o protestantismo inventou no século XX, pois, antes disso, ninguém sabia da existência desse suposto terceiro Tiago, filho de Maria e José, ordenado Apóstolo e bispo de Jerusalém. Nos meus artigos (irrefutáveis), eu provo biblicamente e historicamente que, nos primeiros séculos, nenhum Apóstolo, ou, Discípulo mencionou a existência do mesmo, porém, nesses últimos dias, esse cidadão, publicou um artigo afirmando que foi descoberta referências patrísticas sobre a existência desse suposto terceiro Tiago Protestante. As fontes citadas foram: uma obra espúria de Hipólito de Roma; uma fábula de Doroteu de Tiro (carece de fontes) e um bispo Ortodoxo do século XIII.

Antes de começar a refutação, vamos esclarecer que, essa obra erroneamente atribuída á Hipólito de Roma, na verdade, é um livro espúrio, isto é, não foi escrito por um Cristão, pois, o mesmo, possui várias imprecisões na lista dos setenta Discípulos, sendo que, essa obra, é contrária a outros escritos de Hipólito de Roma, no qual, ele defende plenamente a VIRGINDADE PERPÉTUA de Maria, ou seja, mesmo que a obra sobre verídica, não seria de Hipólito de Roma. Observem:

“Estando fora da carne, a Palavra de Deus (Jesus Cristo), tomou sobre ele (Jesus Cristo), a carne santa da Santa Virgem; como um noivo, ele mesmo, preparou aquele vestido que teceria juntamente com o seu sofrimento na Cruz [...]. Desta forma, ele destinava-se a obter a salvação da humanidade, que estava perecendo” (Cristo e anticristo, Capítulo IV)

http://www.newadvent.org/fathers/0516.htm

Obs.: Tradução realizada pelo próprio site.

"[...] corpo de Maria toda santa, sempre virgem, por uma concepção imaculada, sem conversão, e se fez homem na natureza, mas em separado da maldade: o mesmo era Deus perfeito, e o mesmo era o homem perfeito, o mesmo foi na natureza em Deus, uma vez perfeito e homem" (As obras e fragmentos. Fragmento VIII)

http://www.earlychristianwritings.com/text/hippolytus-dogmatical.html

Já a lista de Doroteu de Tiro, não passa de uma piada, se o leitor observar o artigo escrito por esse cidadão, o leitor perceberá que, esse cidadão, não mencionou A FONTE, ou seja, suposta lista, não passa de uma FÁBULA, até porque, analisando a lista, constatamos as mesmas imprecisões apontadas na suposta obra de Hipólito de Roma. (Abaixo veremos as imprecisões das duas listas).

Sobre o bispo Ortodoxo mencionado, eu deixo para expor uma reflexão no fim do artigo.

Vamos começar a refutação e mandar novamente esse Tiago Apócrifo para o inferno.

O embusteiro, antes de iniciar o seu artigo, como sempre, ele fez alguns ataques pessoais contra os Apologistas Católicos, no caso, eu farei algumas observações, no qual, eu irei contestar. Observem o primeiro print:

Primeiro – Se ele tivesse provado alguma coisa biblicamente, jamais, ele, o autor desse embuste, estaria tentando usar a patrística para defender a sua heresia, isso é simples, provado dentro das Escrituras Sagradas (Sem adulteração), que é a sua única fonte de fé, não há espaço para uma futura refutação.

Segundo – O CERTO ASTRONAUTA, na verdade, se chama: Rafael Rodrigues – um dos maiores Apologistas Católicos, que por sinal, publicou em seu site um artigo sobre a IMORTALIDADE DA ALMA E OS PAIS DA IGREJA, no qual, apenas com esse único artigo, ele acabou com todos os argumentos repetitivos desse cidadão sobre o mesmo assunto, por esse motivo, o cidadão protestante, ficou nervosinho, e, tentou usar o meu site para agredir o Rafael Rodrigues. Lamentável!

Quem quiser ler o artigo do Rafael Rodrigues, é só acessar: http://apologistascatolicos.com.br/index.php/patristica/estudos-patristicos/794-pais-da-igreja-e-a-imortalidade-da-alma

Terceiro – A única coisa obscena existente até o momento é a sua alucinação e seus devaneios. Eu vou deixar bem claro uma coisa, pense muito bem nessa sua calúnia, dizer que alguém é lunático, burro, analfabeto etc. É até uma forma de descontrair o leitor, agora, chamar alguém de obsceno, ou, apontar o site desse alguém como obsceno, é um CRIME, a obscenidade está ligada a pornografia, pedofilia e prostituição, não vou levar isso em consideração dessa vez, vou imaginar que você cometeu um equívoco. ESTAMOS CONVERSADOS?  

Quarto – Nós Católicos, temos como fonte de fé: Bíblia, Tradição e o Santo Magistério – ou seja, não somos obrigados a debater com ninguém usando apenas a Bíblia Sagrada, temos o direito de usar todas as nossas fontes de fé da melhor forma possível, porém, quem retirou esse debate da Bíblia Sagrada, foram os próprios protestantes inventando uma história “MALUCA” onde diz: “Existiu um terceiro Tiago, filho de Maria e José, o mesmo era descrente e passou a crer em Jesus Cristo depois da ressureição, depois dessa conversão milagrosa, ele, Tiago, da noite para o dia, se tornou Apóstolo e Bispo de Jerusalém”. Lindo conto, mas, essa história, não existe em nenhum livro canônico, sendo assim, tentamos buscar na patrística alguma informação sobre o assunto, porém, na patrística, também não existe essa história, aliás, nem Lutero e Calvino possuía conhecimento dessa história “MALUCA”.

Cristo era o único filho de Maria. Das entranhas de Maria, nenhuma criança além dele. Os irmãos significam realmente primos aqui: a Sagrada Escritura e os judeus sempre chamaram os primos de irmãos” (Martinho Lutero, Sermões sobre João 1-4, 1534-39)

Quinto – Realmente, esse cidadão é um comediante, ele diz que os Católicos não leem e não conhece nada da patrística (risos). Meu Deus! Nunca imaginei estar vivo para ler um absurdo desses, ainda vindo desse sujeito, no qual, cansou de ser surrado nos debates sobre a patrística. Eu vou colocar novamente, a refutação do Fernando Nascimento e do Rafael Rodrigues sobre uma das pataquadas desse cidadão a respeito da patrística:

Provas que Lucas Banzoli é um mentiroso sem vergonha.

Depois da vergonha que esse cidadão passou, ele jamais poderia citar a patrística novamente, mas, enfim, na realidade, a culpa foi do “CONTROL V”. Todo mundo sabe que ele jamais leu algum livro na vida, tudo o que ele posta são plágios, isto é, ele usa do artifício chamado: CONTROL V & CONTROL C.

Vamos começar a refutação da suposta lista de Hipólito de Roma:

Caro leitor, observe atentamente como esse cidadão tenta manipular os escritos espúrios de Hipólito de Roma, sendo que, ele tenta esconder algumas informações, no qual, seria um tiro no seu próprio pé, porém, aqui estamos para derrubar todas as mentiras protestantes.

O que eu vou mostrar agora é o ápice da desonestidade, ou seja, o cara tentou enganar o leitor a qualquer custo. Observem o print:

Antes da refutação, eu vou fazer duas observações (sobre o print) e peço para que o leitor guarde em sua mente essas observações:

Primeiro – Ele não traduz todo o texto (Na lista dos Apóstolos), ele apenas traduz as informações que lhe interessa.

Segundo – Na suposta lista dos setenta Discípulos, ele só dá o print no primeiro nome.

Agora eu vou traduzir corretamente os três textos e expor todo o seu conteúdo, assim, eu irei provar que, mesmo sendo espúria, essa obra, não cita a existência de três Tiagos. 

Primeiro texto:

“Tiago, o irmão dele (JOÃO), quando pregou na Judéia, foi decapitado com a espada por Herodes, o tetrarca, e lá foi enterrado”.

Bem, aqui nada demais, só fala sobre Tiago o Irmão de São João, que foi decapitado em praça pública.

Agora vamos ao segundo texto, que por sinal, é o texto que nos interessa:

“E Tiago, filho de Alfeu, quando pregava em Jerusalém foi APEDREJADO até à morte pelos judeus e foi enterrado lá, ao lado do TEMPLO.

Observem que em seu artigo, ele simplesmente ESCONDE DO LEITOR, a forma com que Tiago, filho de Alfeo, foi martirizado e o local de sua sepultura.

Vou mostrar novamente ao leitor, o que ele traduziu em seu blog:

Ele não cita a forma com que Tiago, filho de Alfeo, foi martirizado, ele simplesmente diz que: “Tiago foi martirizado em Jerusalém”. Porém, qualquer pessoa com o mínimo de inglês, consegue ler perfeitamente que esse Tiago, filho de Alfeo, foi martirizado no Templo por conta de um apedrejamento, e, depois, ele foi enterrado ao lado do Templo.

Então eu pergunto: Por que esse cidadão omitiu essas informações? Resposta simples – porque a forma descrita por Hipólito de Roma sobre o martírio de Tiago, filho de Alfeo, é a mesma forma com que Tiago, irmão do Senhor e bispo de Jerusalém, foi martirizado, ou seja, se trata da mesma pessoa.       

Caro leitor, não se esqueça, o texto de Hipólito diz: “Tiago, filho de Alfeo, foi martirizado no Templo por conta de um apedrejamento, e, depois, foi enterrado ao lado do Templo”.

Eu vou postar o print, de outro artigo escrito por esse mesmo cidadão, nesse artigo, usando o testemunho de Flávio Joséfo, ele afirma que, Tiago, irmão do Senhor e bispo de Jerusalém, foi APEDREJADO até a morte.

E AGORA ZÉ?

Para que o leitor tenha mais clareza sobre o assunto, eu vou expor os escrito de Euzébio, bispo de Cesareia, no qual, expõe melhor o martírio de Tiago, irmão do Senhor e bispo de Jerusalém. Para essa narração, Euzébio utiliza como fontes, os textos de: Flavio Joséfo (Mencionado pelo próprio cidadão) Hegésipo e Clemente de Alexandria. Observem:

“Subiram, pois, e lançaram abaixo o Justo. E diziam uns aos outros: Apedrejemos a Tiago o Justo! E começaram a apedrejá-lo, porque ao cair não chegou a morrer. Mas ele, virando-se, ajoelhou-se e disse: Eu te peço Senhor, Deus Pai: Perdoa-os, porque não sabem o que fazem. E quando estavam assim apedrejando-o, um sacerdote, um dos filhos de Recab, filho dos Recabim, dos quais o profeta Jeremias havia dado testemunho, gritava dizendo: Parai que estais fazendo? O Justo roga por vós!E um deles, tecelão, agarrou o bastão com que batia os panos e deu com este na cabeça do Justo, e assim foi que sofreu o martírio. Enterrou-o naquele lugar, junto ao templo, e ainda se conserva sua coluna naquele lugar ao lado do templo. Tiago era já um testemunho veraz para judeus e para gregos de que Jesus é o Cristo. E em seguida Vespasiano os sitiou [...]. Na verdade, pelo menos Josefo não vacilou em atestar também isto por escrito com estas palavras: Isto sucedeu aos judeus como vingança por Tiago o Justo, irmão de Jesus, o chamado Cristo, porque exatamente os judeus o mataram, ainda que fosse um homem justíssimo” (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia, Livro II, Capítulo XXII, Versos XVI ao XX)

Obs.: Essa história foi documentada por: Flávio Joséfo, Clemente de Alexandria, Hegésipo e Eusébio de Cesareia.

Segundo esse relato histórico: Tiago, IRMÃO DO SENHOR E BISPO DE JERUSALÉM, foi apedrejado até a morte e enterrado ao lado do templo.

Agora, eu vou colocar de novo o relato de Hipólito de Roma sobre o martírio de TIAGO FILHO DE ALFEO. Observem como é o mesmo martírio de Tiago, irmão do Senhor e Bispo de Jerusalém:

“E Tiago, filho de Alfeu, quando pregava em Jerusalém foi APEDREJADO até à morte pelos judeus e foi enterrado lá, ao lado do TEMPLO (Hipólito de Roma).

Não preciso refutar mais nada, segundo todos os documentos históricos existentes na face da terra, seja canônico, apócrifo, ou, espúrio, afirma que, Tiago, filho de Alfeo, é o mesmo Tiago, irmão do Senhor e bispo de Jerusalém, no caso, esse Tiago era um dos doze Apóstolos. Não adianta esconder informação, eu sempre estarei aqui para desmascarar esses embusteiros.     

Caro leitor, seja você “Católico, ou, Protestante”, tenha opinião própria, observe como esse cidadão, tentou se utilizar da astúcia de satanás, para enganar você que acompanha os artigos relâmpagos que ele escreve.

Mas não terminou, lembrasse que eu pedi para que o leitor guardasse as duas observações que eu fiz sobre o primeiro print?

A primeira era: Ele não traduz todo o texto, apenas as informações que lhe interessa.

Bem, isso já foi refutado.

A segunda observação era: Na suposta lista dos setenta Discípulos, ele só dá o print no primeiro nome.

Vou expor novamente o print aqui:

Eu vou tentar explicar o raciocínio maquiavélico desse cidadão, segundo ele, Tiago, irmão do Senhor, citado entre os setenta Discípulos, não poderia ser o Apóstolo Tiago, filho de Alfeo, pois, o filho de Alfeo, fazendo parte do colégio Apostólico, não poderia fazer parte dos setenta Discípulos. Isso ele deixa bem claro no próximo print onde ele cita a lista de Hipólito de Roma junto da lista de Doroteu de Tiro:

Obs.: Duas listas apócrifas e espúrias por causa das suas imprecisões, falta de originalidade e erros didáticos.    

Antes da refutação, vamos esclarecer que, A lista dos setenta Discípulos, não é uma lista alheia de setenta pessoas fora os Apóstolos, e, sim, a lista de todas as pessoas que seguiam Jesus Cristo incluindo os Apóstolos, pois, os Santos Apóstolos, não deixaram o discipulado.

“Naqueles dias, Jesus retirou-se a uma montanha para rezar, e passou aí toda a noite orando a Deus. Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos (Evangelho de São Lucas, Capítulo VI, Versos XII e XIII)

Observem no Evangelho de São Lucas que, os Apóstolos, faziam parte do grupo de Discípulo que seguiam Jesus Cristo.

Ainda falando sobre a suposta lista espúria de Hipólito de Roma, reparem que no print (acima), o nobre cidadão mostra em seu artigo, apenas o primeiro nome da lista. Agora eu vou mostrar ao leitor, o porquê ele fez isso, o porquê ele omitiu o resto da lista... Prestem atenção no resto da lista segundo o texto espúrio de Hipólito de Roma:

O que acontece?

Na verdade, suposta lista, além de mencionar certo Tiago como bispo de Jerusalém, sendo que, não há descrição se ele era o Apóstolo, ou, apenas um dos setenta Discípulos, a lista faz o mesmo com Tadeu, Felipe e Cefhas (Pedro), ou seja, a mesma imprecisão ocorre com outros nomes.

Tadeu: nenhum teólogo, ou, Padre da Igreja conseguiu entrar num consenso comum sobre esse personagem, alguns dizem que, esse Tadeu, era um discípulo fora o colégio dos doze, outros, dizem ser o mesmo Apóstolo (São Judas Tadeu).

Felipe: outro que ninguém conseguiu definir quem é quem, nenhum exegeta sabe ao certo quem Batizou o eunuco, alguns dizem que foi Felipe o Apóstolo, outros, dizem que foi Felipe o Diácono.

Cefhas: nem vale a pena comentar, supondo que possa ter existido outro discípulo com esse nome; dificilmente encontraremos uma fonte confiável sobre a sua existência, sendo assim, a suposta lista espúria, não afirma que os doze Apóstolos não fizeram parte do grupo dos setenta Discípulos.

Importante saber que, segundo os historiadores, o número de SETENTA, na verdade, era um numero simbólico usado por Jesus Cristo, pois, São Paulo, em suas cartas, afirma que o numero de discípulos existentes após a ressureição de Jesus Cristo; ultrapassava o número de quinhentos. 

“Mas observando bem, encontraremos que os discípulos do Salvador eram muito mais do que os setenta, aceitando o testemunho de Paulo, que diz que depois de sua ressurreição dentre os mortos apareceu primeiro a Cefas, depois aos doze, e depois destes a mais de quinhentos irmãos juntos, sobre os quais afirmava que alguns já tinham morrido, mas que a maior parte ainda vivia no tempo em que ele escrevia estas coisas” (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia, Livro I, Capítulo XII, Verso IV)   

São Lucas, em seu Evangelho, descreve o envio de OUTROS setenta e dois discípulos como missionários, isso ocorre após a escolha dos doze Apóstolos, no qual, o colégio Apostólico, foi retirado desse grupo, por esse motivo, o Evangelista cita o termo OUTROS, dando a entender que o grupo foi refeito. 

“Depois disso, designou o Senhor ainda setenta e dois outros discípulos e mandou-os, dois a dois, adiante de si, por todas as cidades e lugares para onde ele tinha de ir” (Evangelho de São Lucas, Capítulo X, Verso I)

Vamos analisar agora a lista inexistente de Doroteu de Tiro, no qual, ele não quis mostrar a fonte (Risos). Na verdade, essa suposta lista, não passa de mais uma fábula, para que o leitor tenha ideia, o nobre cidadão, retirou essa informação do famoso WIKIPÉDIA, aqui o leitor pode conferir:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Doroteu_de_Tiro

http://pt.wikipedia.org/wiki/Setenta_Disc%C3%ADpulos

Segundo o artigo wikipediano, essa lista foi apresenta em um suposto documento Ortodoxo do século VIII chamado: Crônica Pascoal – porém, Doroteu de Tiro, viveu no século III, por esse motivo, suposta lista, não possui crédito quanto a sua veracidade. O mais importante, é que o próprio WIKIPÉDIA afirma que, os PADRES DA IGREJA, na época vivida por Doroteu de Tiro, afirmavam não existir uma lista sobre os SETENTA DISCÍPULOS. Observe o print do WIKIPÉDIA:

Mai uma vez, Euzébio, o maior historiador dos primeiros séculos, deixa registrado esse fato importante:

“Dos apóstolos do Salvador, pelo menos os nomes aparecem claramente em todos os evangelhos. Dos setenta discípulos por outro lado, em nenhum lugar se encontra lista alguma; mesmo assim, sabe-se ao menos que Barnabé era um deles; dele fazem menção especial os Atos dos Apóstolos, igualmente Paulo quando escreve aos Gálatas. Dizem ainda que também Sóstenes, um dos que escrevem com Paulo aos Coríntios, era um deles” (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia, Livro I, Capítulo XII, Verso I)

Infelizmente, o nobre teólogo wikipediano, prefere omitir informações para enganar seus leitores.

Para terminar essa questão sobre as listas de Hipólito e Doroteu, eu vou mostrar o porquê essa última é totalmente espúria. Pense em uma lista de setenta discípulos enviados por Jesus Cristo durante sua vida pública onde: SÃO LUCAS que não conheceu Jesus Cristo pessoalmente é citado entre os setenta, e, JOÃO MARCOS é citado três vezes na mesma lista. Observem:

A mesma observação faz esse site em inglês:

http://orthodoxwiki.org/Seventy_Apostles

CARO TEÓLOGO WIKIPEDIANO, CREDIBILIDADE TOTAL PARA SUA LISTA WIKIPEDIANA (Risos).

Mas, enfim, para quem acredita em uma matéria onde diz que Jesus Cristo casou com Maria Madalena e teve um filho chamado Judá, isso não é nada.

Realmente, depois das centenas de heresias publicada por esse cidadão, dessa vez ele se superou, eu nunca imaginei que ele seria capaz de ultrapassar os limites da burrice humana (Risos). Pelo menos ele faz a alegria dos Católicos, eu mesmo, me divirto muito com suas sandices.

Para termina, eu vou refutar a questão da IGREJA ORTODOXA chamando os setenta discípulos de Apóstolos e listando em seus documentos, a existência de três Tiagos, sendo, dois Apóstolos e um do grupo dos setenta Discípulos que se tornou bispo de Jerusalém. Observem o print.

Sobre o termo Apóstolo usado para os setenta Discípulos, isso é normal, pois no mundo grego, ἀπόστολος, significa:

Concordância Strong: ἀπόστολος 652: um apóstolo; mensageiro; enviado e um representante.

É comum encontra na literatura grega, o termo Apóstolo sendo usado para um simples mensageiro, ou, um representante, já no ocidente, possuímos palavras extadas para essa definição.

Nesse meu artigo: Desaberrando o 3º Tiago birrento de Lucas Banzoli, o leitor pode conferir que até JESUS CRISTO é chamado de Apóstolo na carta aos Hebreus, porém, ele não era um Apóstolo, a carta apenas diz que ele foi um MENSAGEIRO. Mas enfim, é mais fácil ensinar um chipanzé a ler e escrever do que ensinar teologia para um rebelado.

Agora chegou a parte mais interessante da refutação, o nobre cidadão conseguiu encontrar uma fonte onde cita a existência do terceiro Tiago (PALMAS).

A suposta fonte é do século XIII, mas, será aceita pela minha pessoa. Nesse momento, o nobre cidadão deve estar achando que descobriu a América, pois, ele descobriu um Ortodoxo que listou a existência do terceiro Tiago, FILHO DE JOSÉ, como bispo de Jerusalém e não fazendo parte do colégio Apostólico.

O que eu mais gosto nesse cidadão, é o fato dele sair dando “CONTROL V” em tudo o que encontra pela internet e não fazer uma pesquisa antes de postá-la em seu estrume de blog.

Eu vou mostrar para o leitor que, realmente, ele encontrou os três Tiagos:

Vemos lá:

Primeiro – Tiago filho de Zebedeu.

Segundo – Tiago filho de Alfeo.

Terceiro – Tiago filho de JOSÉ.

MEU DEUS! Acabou a virgindade perpétua de Maria (Risos)!

Peço humildemente que o leitor, guarde essa informação: Tiago filho de JOSÉ.

Deixando a descontração de lado, na verdade, isso não é novidade para os Católicos, pois, a crença Ortodoxa é que realmente existiu um terceiro Tiago, filho se José, que se tornou bispo de Jerusalém. O problema, é que o nobre cidadão, se esqueceu de pesquisar que, os Ortodoxos creem no livro: JOSÉ O CARPINTEIRO – no qual, afirma que José era VIÚVO quando se casou com Maria e teve filhos nesse primeiro matrimônio, sendo um deles, Tiago, irmão do Senhor e bispo de Jerusalém, ou seja, a crença Ortodoxa, não contraria em nada o Dogma de fé da VIRGINDADE PERPÉTUA DE MARIA, no qual, eles creem fielmente até o presente momento.

ESSE É O TAL SUJEITO CONHECEDOR DA PATRÍSTICA (Risos).

Se ele tivesse feito uma pesquisa, por exemplo, nesse site, não teria passado por mais esse vexame:

http://www.abiblia.org/ver.php?id=4518#.VVvEbflViko

Essa é a vida desse cidadão, ser surrado dia após dia e fingindo que nada aconteceu.

Só fazendo algumas considerações sobre a última parte do artigo escrito por esse cidadão.

É cansativo a repetitividade do Doutor da Academia Brasileira de Letras com temas já debatidos e refutados por nós católicos; daqui dois meses, ele irá publicar outro artigo com o mesmo assunto. Eu só perco o meu tempo refutando esse animal e sua matilha, porque eu me sinto no dever de expor tanto para os Católicos quanto para os Protestantes mais sérios, a forma desonesta, no qual, esse cidadão age em seu blog, na verdade, mentira, se tornou hábito e Dogma de fé para ele e sua matilha.

Provando que ele é mentiroso desde sempre, deixo para o leitor, essas quatro refutações, onde, o nobre cidadão, teve a cara de pau de MENTIR PARA SEUS LEITORES OS NÚMEROS DE ACESSOS EM SEU SITE, aliás, ele manipulou DADOS da própria estatística do host.

Números de acesso (Mentira de Lucas Banzoli).

A triste tentativa de Banzoli se justificar.

O Papa, auto se proclama DEUS.

Refutando: Cris Macabeus X Papa Francisco.

Lendo essas refutações, o leitor poderá perceber que esse cidadão não é de Deus, não é do bem, não é Cristão, não está nem ai para Deus, ou, para seus irmãos de seita, ele (Assim como outros) apenas quer divulgar no mundo, aquilo que seu pai deixou como herança lá no Jardim do Éden. Todo mundo sabe do que eu estou me referindo.

Refutando esse último print:

No texto onde diz que Paulo e Barnabé eram Apóstolos, na verdade, esse termo está inserido como REPRESENTANTES DA IGREJA, Porém, Barnabé, seria o único caso a ser discutido.

Sobre Andrônico e Júnias, em nenhum a Bíblia Sagrada faz suposta afirmação, isso se deu por conta de uma adulteração que ele mesmo fez na Briba dele, faz mais de dois anos que provei que o texto por ele usado, está adulterado; mas, ele finge não ter acontecido nada, como sempre.

Toda essa refutação, o leitor pode encontrar nesse meu artigo:

Desaberrando o 3º Tiago birrento de Lucas Banzoli.

Sobre as evidências históricas, infelizmente, não temos do que se opor, pois, elas não existem, não há um documento sequer que mencione a existência desse terceiro Tiago, bispo de Jerusalém e filho de Maria e José, o único que existe, é um livro apócrifo chamado: JOSÉ O CARPINTEIRO – no qual, diz que Tiago, era filho do primeiro matrimônio de José.

Resumindo, esse suposto Terceiro Tiago Protestante, filho de Maria e José, foi ordenado Apóstolo e bispo de Jerusalém depois de dois mil anos, ordenação realizada pelos próprios protestantes; durante todo esse tempo, ninguém sabia da sua existência.

Como se não bastasse toda essa maluquice, o cidadão enche a boca para falar que não existe uma fonte documental antes do século V que confirme a paternidade de Alfeo para com o bispo de Jerusalém.

Meu Deus! O cara nunca ouviu falar em PAPIAS?

“Maria, a mãe do Senhor; Maria, a esposa de Cléofas ou Alfeu, que era mãe de TIAGO, BISPO e APÓSTOLO, de Simão, de Tadeu e de um dos que se chamavam José; Maria Salomé, esposa de Zebedeu, mãe de João, o evangelista, e Tiago; e Maria Madalena. Estas quatro mulheres são encontradas no Evangelho. TIAGO, Judas e José são filhos de uma tia do Senhor. Maria, mãe de Tiago, o menor, e de José, foi esposa de Alfeu, e era irmã de Maria, mãe do Senhor, e que João liga a Cléofas; eram irmãs por parte de pai, por parte da família do clã ou por outra ligação qualquer. Maria Salomé é chamada simplesmente por Salomé por causa de seu marido ou de seu vilarejo. Alguns afirmam que ela é a mesma pessoa que Maria de Cléofas, já que teria se casado duas vezes” (Papias, fragmentos de: explicações dos oráculos do senhor) 

Foi exatamente dos escritos de Papias, que, Euzébio e Jeronimo (Leitores assíduos de Papias) tiraram a ideia de que os quatro irmãos de Jesus Cristo eram filhos de Alfeo Cleofas?

ESSE É O TAL SUJEITO CONHECEDOR DA PATRÍSTICA (Risos).

Conclusão:

Vamos continuar aguardando a busca insensata do caro cidadão pelo Terceiro Tiago Protestante, no qual, nem os Apóstolo e nem os Padres da Igreja sabiam da sua existência. Nesse artigo, podemos ver que, mesmo usando falsos documentos, o nobre cidadão não conseguiu ressuscitar o Terceiro Tiago. Supondo que esses documentos fossem verdadeiros, mesmo assim, eles não afirmam que existiu um terceiro Tiago, pelo contrário, apenas afirma que um dos dois Apóstolos chamado Tiago, fez parte do grupo dos setenta Discípulos, esse Tiago, que era filho de Alfeo, conhecido como irmão do Senhor, após a ressureição de Jesus Cristo, se tornou bispo de Jerusalém, foi morto por apedrejamento no Templo e enterrado naquele local. O único documento que afirma a existência de um terceiro Tiago, na verdade, é um documento Ortodoxo, no qual, foi escrito seguindo a crença Ortodoxa de que, Tiago, bispo de Jerusalém, era filho de um primeiro matrimônio de José.

Eu sei que o nobre cidadão mais uma vez fingirá que nada aconteceu e continuará expondo o seu embuste para sua matilha; porém, sabemos que as pessoas de Deus, procuram ficar do lado da verdade, são essas pessoas que nós queremos dentro da IGREJA CATÓLICA, o restante, pode continua pulando de galho em galho na divisão protestante.

BEBEZÃO, BEBEZÃO, depois de ter dado um ponta pé na Sola Scripture na busca do terceiro Tiago, o BEBEZÃO se viu obrigado a usar documentos espúrios. Que coisa feia! Quando o BEBEZÃO irá começar a usar Dan Brown?

Autor: Cris Macabeus.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
2


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.